Tag Archives: dicas

Google Docs agora suporta PDF!

Atendendo a pedidos, a equipe do Google Docs implementou uma funcionalidade que permite upload, visualização e compartilhamento de arquivos no formato PDF.

Obviamente não é possível editar diretamente o arquivo. A facilidade fica por conta do armazenamento e visualização facilitada. O limite para o tamanho dos arquivos carregados do computador é de 10Mb e a partir de links da web, 2Mb.

Após o upload, a tela de visualização traz uma caixa de busca, pré-visualização das páginas em miniatura (assim como no Acrobat Reader e outros leitores PDF) e opção de impressão e compartilhamento. O Google Docs também permite as funções de copiar e colar.

Google Docs PDF

Uma recomendação para o Google seria mudar logo o nome da ferramenta para Google Suíte, pois com mais algumas funcionalidades, teremos uma suíte de aplicativos completa na web, dispensado até o uso de pen-drives e acessórios do tipo.

Fonte: Google Docs Blog, MeioBit

Tomás Vásquez
www.tomasvasquez.com.br

Melhore a qualidade dos videos do Youtube

Aprenda como melhorar a qualidade dos vídeos do Youtube. Para melhorar a qualidade dos vídeos que estão com a qualidade péssima basta que você adicione o seguinte código no final do endereço da página.

O código para melhorar os vídeos é:

&fmt=18

Aqui está o vídeo em inglês de um cara ensinando o truque:



No caso ficaria assim:

Na barra de endereços está o seguinte:

http://www.youtube.com/watch?v=27mb_AyzGyQ

Para ver o vídeo com qualidade superior basta acrescentar &fmt=18 no final, ficando da seguinte forma:

http://www.youtube.com/watch?v=27mb_AyzGyQ&fmt=18

Depois de colar o código aperte o enter e o vídeo será mostrado com uma qualidade bem superior ao vídeo original.

Obs 1: Logo abaixo do vídeo aparece uma mensagem em inglês (Watch this video in lower quality for faster playback) oferecendo para você assistir ao vídeo com uma qualidade mais baixa para que não fique travando.

Obs 2: O código não funciona com todos os vídeos. Existem alguns vídeos que não melhoram a imagem. Nem mesmo aparece a opção de descrita na obs 1.

Para os vídeos que aceitam o código a melhora é significativa. De qualquer forma fica a dica para quem quiser usá-la.

Fonte: http://planetin.blogspot.com/

Tomás Vásquez
http://www.tomasvasquez.com.br

Popup malignamente genial. Você também cairia.

Publicado originalmente no site MeioBit.com

Estava eu passeando por sites procurando órfãos para ajudar, velhinhas para ensinar a usar Word e todo o resto do trabalho de caridade que faço quando não estou escrevendo para o MeioBit (colou?) quando aparece uma mensagem do MSN . Nome estranho, texto em inglês. Bem, meus contatos também tem mania de mudar completamente o nome, ou usar caracteres miguxos esquisitos. Quem será? Cliquei para ver.

spamdobom

Abriu uma página de um site de sacanagem aleatório qualquer. Nessa hora vi que o MSN não estava rodando.

Genial, simplesmente genial, imitaram a janela do MSN com perfeição, inclusive na forma animada de entrar. Usando apenas DHTML. Com direito a som. Devo dizer que em todos esses anos nessa indústria vital, essa é a primeira vez que isso me acontece, mas reconheço a derrota. Os spammers evoluíram, e não dá mais para se distrair nem um momento. Ah sim, foi no Firefox, antes que comece a histeria “culpa do IE”. A Microsoft, aliás, deve estar doida atrás desses caras, pois estão usando o Look&Feel do Live Messenger E a logo do Windows.

O criador dessa marmotagem é alguém que merecia um tapinha nas costas, antes de levar um tiro na nuca.

Tomás Vásquez
http://www.tomasvasquez.com.br

LETRIS 2.0

O pessoal do Ócio anda mesmo caprinhando…

2008_06_04_letris.jpg

O Letris, um dos jogos mais baixados e mais interessantes do Ócio, merecia uma turbinada: o Letris 2.0. Para começar a falar nas mudanças, o dicionário. Além de, a exemplo do Montando Palavras, acrescentarmos os verbos no infinitivo, também retiramos os acentos. Sei que a língua portuguesa sofre um pouco com isso, mas em termos de jogabilidade ganha-se muito.

Se você, ao jogar o primeiro Letris, notou as peripécias que a macro fazia a cada letra, deve ter notado uma significativa diferença. Para a macro checar se existia palavras formadas, as células eram selecionadas por linha e coluna e checadas contra o dicionário. Essa checagem obviamente continua ocorrendo, mas de forma diferente. O comando utilizado anteriormente era o Range e o Select, ou seja, selecionava-se uma célula na macro e depois extraía-se o texto de dentro dela. Por exemplo:

Range(“A3”).Select
Selection.Text

Com uma simples substituição, a macro ficou muito mais rápida e eficiente:

Cells(3,1).Text

Com o comando Cells, pula-se a etapa de selecionar, o que fica mais rápido e o usuário não tem que ficar assistindo várias células serem selecionadas sem entender nada do que está acontecendo. No exemplo, o número 3 corresponde à linha e o 1, à coluna (coluna A).

Além da correção de alguns “bugs”, mudamos também a probabilidade de letras mais ou menos utilizadas caírem. A letra “a”, obviamente, tem que cair bem mais do que a letra “w”, não?

Abraços

Tomás Vásquez
http://www.tomasvasquez.com.br