Tag Archives: iPad

Mobilidade – Resolvendo o problema da sincronização do Chrome no iOS (iPad, iPhone)

Chrome on iPad
Não tenho total certeza, mas acredito que o problema se estenda também para os outros mobile que ganharam sua versão do navegador Google Chrome.

Uma das razões que me fizeram migrar para o Chrome foi a sincronização muito bem feita entre as instalações dele nos computadores. Você tem o Chrome na empresa, por exemplo, usa, favorita, enfim, aí, vai pra casa e… está tudo lá, inclusive as extensões! Coisa linda!

Ok, então, você instala o Chrome no seu iPad, por exemplo, ativa a sincronização, põe usuário e senha e está tudo lá. Mundo perfeito! A não ser que…. bem, não funcione.

😛

O Chrome insiste em dizer que há algo errado com seu login e senha, mas não há. Sofri uma semana com isso até que, em algum canto da internet, veio a resposta. Esqueci o link, mas vou posta de qualquer forma. Quando lembrar, coloco o link aqui.

Quando isso acontecer, não adianta insistir. O jeito é desativar a sincronização e ativa-la novamente em seguida. Com isso, a sincronização passa a funcionar normalmente.

Mas como?

Para desativar a sincronização, entre com usa conta do Google no Dashborad (https://www.google.com/dashboard/). Vá até o item “Sincronização do Chrome” e clique em “Parar a sincronização e eliminar os dados do Google”. A depender de a quanto tempo você tem esse recurso ativado, pode demorar um pouco para que os dados sejam apagados, mas logo que acontecer, basta ativar a sincronização novamente e tudo funcionará bem.

Para considerar

Do que pude experimentar, até que o problema de sincronização fosse resolvido, o Chrome no iPad e no iPhone/iPod chegou a travar totalmente. Travar ao ponto de só de abrir ele congelava. Instalei, desinstalei e nada. Digo isso porque o caso descrito acima pode ser também o motivo de muitas outras reclamações do mau funcionamento do aplicativos nos iOSs da vida.

Bom proveito!

Dica – Curso de Desenvolvimento iOS (iPhone e iPad) online, gratuito e em português!

Crie seus Apps para iPhone e iPad
Crie seus Apps para iPhone e iPad

Essa valeu o ano, pelo menos para mim.

Não é segredo que o iPhone e o iPad são verdadeiros sucessos no mercado. Com eles, veio a demanda por aplicativos de todos os tipos. A quantidade disponibilizada a App Store não nega os fatos.

O resultado é um interesse crescente por criação de aplicativos para o iOS, sistema que motoriza estes aparelhos. Os cursos de capacitação estão bombando, tanto na oferta, quanto nos preços. Mas a internet está aí, cheia de surpresas boas, e uma das que encontrei e que gostaria de compartilhar.

Através da iTunes U (iTunes University, que comentarei em outro post), a Instituto Politécnico de Leiria publicou um curso para Desenvolvimento para iOS em vídeo, totalmente gratuito e em português! Tudo bem, é português de Portugal, mas para os brasileiros de plantão, o sotaque não atrapalhou nem um pouco.

Como fazer para Acessar?

Simples. Basta ter o iTunes instalado (entenda iTunes no Windows, Mac OX) ou o iTunes U (iPad, iPod ou iPhone). Depois disso, você precisa ter uma conta no iTunes. Não vou ensinar como fazer isso aqui por achar complemente irrelevante, uma vez que há zilhares de tutoriais que ensinam a fazê-lo hoje.

No iPad, iPod ou iPhone, o acesso é direto. Abrindo o aplicativo, você está na biblioteca de cursos assinados (que você decidiu cursar) e também terá acesso a loja. No iTunes, depois de acessar a opção iTunes Store, você tem uma opção no canto superior da tela a opção chamada iTunes U. Lá você terá uma série de opções de cursos. Para acessar este diretamente, basta clicar no link abaixo:

http://itunes.apple.com/br/itunes-u/desenvolvimento-ios/id474165872

Isso vai abrir no seu navegador. Basta clicar em “Ver no iTunes” para abrir diretamente no programa. Daí, basta assinar, ou assistir diretamente, ou até mesmo baixar os vídeos para o computar e assistir depois.

iTunesU Desenvolvimento iOS
iTunesU Desenvolvimento iOS

Vantagens

Óbvias:

  • É gratuito
  • É de uma universidade conceituada
  • A qualidade é ótima, contando inclusive com boas avaliações dos usuários
  • Tem modo offline

Desvantagens

Nada é perfeito. Para ficar completo, seria bem vindo os arquivos de código dos módulos.

Algo que é uma desvantagem, mas não é culpa dos autores, é que o curso é baseado no XCode 4.2 com iOS 4, mas 90% do conteúdo foi reprodúzivel no XCode 4.3 com iOS 5, chegando a 100% com as devidas adaptações.

Como é online e gratuito, não há emissão de certificado.

Como estamos falando do XCode, para praticar, você vai precisar de um Mac OS X e muito provavelmente, a melhor opção é um Mac.

Experiência própria

Fiz o curso do começo ao fim em mais ou menos 3 semanas, mais uma para acompanhar os exemplos de código. Os vídeo são bem feitos, didáticos em com exemplos de uso das bibliotecas mais usadas do iOS. Confesso que saí de um estado nebuloso para um “agora sei o que é programar para iOS”.

Você não sairá um especialista, mas um Programador iPhone Júnior com certeza você será (assumindo que você já conhece programação, ok?). Se você já tem conhecimento em algo de Mobile, vai ser algo mais natural.

O fato de também poder ser offline é ótimo, já que você pode carregar os vídeos no seu celular por exemplo para assistir. Fiz isso para metade do curso e foi muito bem, claro, fora o tempo para praticar a aula depois.

Ainda não produzi nada usável, mas nos próximos meses espero poder publicar meu primeiro aplicativo na App Store.  Quando isso acontecer, vocês saberão por aqui.

Resumindo, recomendo com louvor para quem está interessado em iniciar no desenvolvimento de apps para iPhone e iPad e não quer gastar de cara com isso.

Um bom proveito a todos!

Baboseiras – O iPad virou um Game Boy!

Como é final de semana, essa passa. 😛

Finalmente algo bacana para se fazer com o iPad! Brincadeira….

Não, não é um emulador. Quer andar com um iPad por aí, mas sem passar vergonha diante de seus amigos? Por US$ 34, o site Etsy disponibiliza uma capa para o iPad que “transforma” o aparelho no Game Boy, o clássico videogame portátil da Nintendo, lançado em 1989.

Dá para matar a saudade do visual. Os botões A, B, Select e Start são de feltro, assim como a tela. Saudosistas de plantão e fãs de games portáteis, uni-vos!

Fonte: UOL