Arquivo da tag: Firefox

Firefox – Plugin para redicionar URLs (Redirector)

Outra necessidade que só o dia a dia explica. Em resumo, precisávamos que, ao apontar para um determinado domínio da internet, fosse feito um redirecionamento automático para outro.

A alternativa que vem a mente é a manutenção do arquivo hosts, no caso do Windows (mas acredito que haja algo equivalente no Linux), mas ele, além de não ser muito indicado para isso, não resolve todos os problemas de proxy reverso e não se dá muito bem com endereços de destino, preferindo endereços IP.

Mexer com DNS seria muito trabalhoso. A alternativa que resolveu? Um plugin para o navegador Firefox chamado Redirector.

O help é bem completo quanto ao uso e configuração. Depois de instalado, ele cria no canto inferior direito navegador um ícone que evidencia seu funcionamento:

Redirector em funcionamento
Redirector em funcionamento no Firefox

Um clique com o botão direito sobre o “R” ativa a tela de configurações. A partir daí, é só criar seus redirecionamentos, que conta com níveis de customizações desde simples WildCards até o uso de Regular Expressions! Um exemplo bem simples seria o seguinte:

Exemplo de uso do Redirector
Exemplo de uso do Redirector

Não dá para ser mais claro. Toda vez que alguma requisição for feito ao domínio http://www.meudominio.com.br, ela será automaticamente redirecionada para o http://teste.meudominio.com.br. Os caracteres adicionais foram necessários para que todo o restante da url seja passado corretamente, como querystrings e subpastas.

Página do plugin

https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/addon/5064/

Talvez isso seja pouco comum no dia a dia, mas em cenários de testes, pode ajudar um bocado.

Web – IE Developer ToolBar, o “FireBug” do Internet Explorer

Tá, eu sei, é quase uma heresia o título do post para os amantes do FireFox/Firebug (presente), mas essa é a alternativa, especialmente porque temos que testar nossas aplicações na maior parte dos browsers e no Internet Explorer, esta ferramenta é uma mão na roda.

O IE Developer ToolBar é um plugin para o navegador Internet explorer que fornece ao desenvolvedor Web uma variedade de ferramentas para análise compreensão e resolução de problemas em páginas web. A boa surpresa é que o plugin funciona desde a versão 6 do Internet Explorer, possibilitando efetuar análise no código HTML e CSS e saber com mais facilidade o porque daquela determinada característica não funcionar nesta versão do navegador, um grande tormento para os desenvolvedores Web até hoje.

Entre os recursos do plugin, têm-se:

  • Explora e modifica DOM (Document Object Model – Modelo de Objetos de Documentos).
  • Localiza e seleciona elementos específicos na página da Web através de uma variedade de técnicas.
  • Desabilita seletivamente configurações do Internet Explorer.
  • Visualiza nomes de classes de objetos em HTML, IDs e detalhes como caminho de links, valores de indexação e chaves de acesso.
  • Esboço de tabelas, células, imagens ou tags selecionadas.
  • Valida HTML, CSS, WAI e RSS.
  • Exibe informações sobre dimensões de imagens, tamanho de arquivos, caminho e textos altrnativos (ALT).
  • Redimensiona a janela de navegação para uma nova resolução.
  • Limpa o cache e cookies salvos no navegador. Escolha todos os objetos ou apenas aqueles com um domínio dado.
  • Escolhe links diretos a referências de especificações W3C, o blog da equipe do IE e outros recursos.
  • Exibe uma régua detalhada para alinhar e medir objetos com precisão nas suas páginas.
Um recurso muito útil, presente também no FireBug é uma espécie de Inspector, que permite selecionar um elemnteo HTML específico através do posicionamento do mouse. Depois de selecionado, o elemento pode ser analisado através da barra de ferramentas disponibilizada. O vídeo abaixo mostra um pouco do uso do IE Developer ToolBar, desde sua instalação (em inglês).

O download pode ser feito em:

http://www.microsoft.com/downloads/details.aspx?familyid=e59c3964-672d-4511-bb3e-2d5e1db91038&displaylang=en

Dicas Web – Agilize o desenvolvimento de suas páginas

Essa dica foi enviada pelo blog do Adsense, comunidade que apóia usuários e editores do programa de afiliados do Google Adsense. A maior parte das dicas foca em aprimorar os rendimentos do programa, porém, algumas vezes surgem algumas dicas de melhorias em sites e ferramentas. Convenhamos, quem dispensaria uma dica da equipe do Google?

A dicas se concentram em plugins do browser Mozilla Firefox que auxiliam na manutenção de sites dinâmicos dentro do próprio browser, sem precisar de ferramentas adicionais instaladas no computador.

Lá vão elas:


Você está sempre trabalhando nas páginas do seu site e na implementação do AdSense? Alterando o HTML ou o PHP, criando imagens e código toda hora? Se a resposta é sim, existem complementos (add-ons) do Mozilla Firefox que podem ajudar a agilizar o processo de criação. Abaixo estão alguns que podem ser bastante úteis:

 

ColorZilla – https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/addon/271

Esse complemento informa qual é o código RGB ou hexadecimal da cor que você estiver vendo na tela, para ajudar a criar uma logomarca para seu negócio que tenha o tom certo de azul, por exemplo. A ferramenta ainda permite salvar paletas de cores personalizadas enquanto você navega, para usar mais tarde em outros designs.

MeasureIt – https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/addon/539

Meça, em pixels, a altura e largura de qualquer elemento de uma página. O uso é muito simples e você descobre rapidinho quanto espaço tem sobrando para colocar aquele novo bloco de anúncio do AdSense. 🙂

IE View – https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/addon/35

Você costuma abrir o Internet Explorer para ver como sua página aparece? O IE View permite ver como a página ficaria se você estivesse usando o IE, sem se preocupar em abrir outro navegador. Você também usar esse complemento para navegar em sites que não se comportam bem no Firefox.

WebDeveloper toolbar – https://addons.mozilla.org/pt-BR/firefox/addon/60

Essa barra de ferramentas multiuso dá acesso fácil a recursos como controle da exibição de Java e Javascript, elementos de formulários e CSS, mudança da resolução da tela (para você ver como seu site ficaria numa resolução menor), validação de HTML e muito mais.


A esta lista, que já está bem bacana, acrescentaria somente os seguintes plugins:

 

FireBug – https://addons.mozilla.org/firefox/addon/1843

Firebug é uma extensão para o Mozilla Firefox que adiciona ao navegador inúmeras ferramentas para facilitar a tarefa de desenvolvimento de páginas web. Ele possibilita a identificação e eliminação de erros de programação, edição e também o monitoramento de CSS, HTML e JavaScript presentes em qualquer página da internet.

DOM Inspector – https://addons.mozilla.org/firefox/addon/1806

O DOM Inspector é um painel que exibe pra você a árvore de elementos criada pelo navegador ao renderizar a página. Ele se torna especialmente útil quando você precisa resolver problemas em códigos feitos por outras pessoas ou códigos feitos por você mesmo há muito tempo e que não estão muito bem organizados. Ele auxilia também na depuração de scripts da página, oferecendo junto com o FireBug, um console completo de depuração com recursos como CallStack, Watch, Breakpoints e outros.

A explicação dada aqui está longe de ser completa. Cada extensão mereceria um tutorial próprio, alguns bem extensos, mas como a intenção inicial é dar uma idéia, já possível curtir um pouco do que cada um faz, e faz muito bem.

Quais são seus complementos favoritos para desenvolvimento de páginas de web? Deixe um comentário!

Abraços

Tomás

Firefox 3 ainda este mês!

 

Mais um round na batalha dos navegadores está começando.

Firefox 

Depois de três anos em desenvolvimento, o Firefox 3 estará disponível aos usuários na próxima terça-feira. Depois de muitas versões de teste, contratempos com bugs, os usuários já podem contar com o Firefox 3.

Era esperado que com o Firefox 3 RC2 se tornasse a versão final que iria a lançamento. Mas, um bug foi descoberto e mais trabalho foi necessário para resolver o problema.

 

O MacSes tem sofrido alguns estragos com o bug 436575. O novo release candidate vai, entretanto, eliminar o problema.

 

O Firefox 3 RC3 deve agir sobre problemas do browser que apareçam em plataformas do Mac. As versões Windows e Linux não sofrem com o bug.

Em comparativos anteriores, o Firefox havia sido comparado com a nova versão do Internet Explorer, a 8 e havia vencido com grande vantagem.

As principais mudanças

O Firefox 3 é baseado na plataforma de rendering Gecko 1.9 e é resultado de 33 meses de trabalho sobre a versão 2.0.

 

Segundo a Mozilla, as principais mudanças se concentram em melhorias de segurança, compatibilidade com web sites e, especialmente, estabilidade. Muitos usuários se queixam que o navegador “trava” quando o computador tem dificuldades em gerenciar a memória de vários sites abertos em diferentes abas.

 

Além de mudanças no design, outras modificações afetam o modo de fazer backup dos sites favoritos e mudam o modo da dar zoom numa página e a maneira como a barra de endereços se auto-completa.

 

Os desenvolvedores dizem ainda que mudanças no engine do navegador o tornaram mais ágil e rápido para processar aplicativos como o Gmail ou os programas de produtividade online Zoho Office.

 

Pelas contas da Mozilla, o Firefox 3.0 é duas vezes mais veloz ao processar estes serviços do que a versão 2.0.

 

O navegador da Mozilla é o principal rival do líder de mercado Internet Explorer, da Microsoft.

Fonte: INFO

Tomás Vásquez
http://www.tomasvasquez.com.br